Sindicato dos Contabilistas do Rio Grande

09 de janeiro de 2015

ADERIR OU NÃO AO SUPERSIMPLES
Festejada pelas micro e pequenas empresas quando de sua sanção, o projeto de ampliação do Supersimples nacional é vantajosa para todos do ponto de vista burocrático. E para 20% das empresas de serviços também em redução da carga tributária. Para os setores que caíram no Anexo VI a carga aumentou. E não houve critério objetivo nesta seleção, segundo o presidente do Sescon/RS, Diogo Chamum. Ficou fora do Anexo VI quem pressionou mais. A Confirp Consultoria Contábil fez mais de 100 simulações. Em uma delas, um empresário individual com faturamento mensal de R$ 10 mil paga hoje pelo sistema do lucro presumido R$ 1.477,80, ou 14,78% da receita bruta, ante R$ 1.693,00 ou 16,93% aderindo ao Supersimples.

24/12



- Sindicato dos Contabilistas do Rio Grande - Rio Grande/RS -